visite

BOLETIM ELETRÔNICO

CHICO ALENCAR - PSOL/RJ
Deputado Federal

Ano V - Nº 257
Rio de Janeiro, 20 de dezembro de 2007

   www.chicoalencar.com.br  AGENDA  ARTIGOS  ATUALIZE SEUS DADOS
   
ESPIRITUALIDADE, SOLIDARIEDADE E LUZ!
Aos nossos leitore(a)s e amiga(o)s, um Natal de espiritualidade, solidariedade e luz, gerador de energias para um 2008 de continuadas lutas por vida mais digna, são os sinceros desejos de Chico Alencar e equipe.
Leia aqui uma mensagem do jornalista e escritor uruguaio Eduardo Galeano. Leia a mensagem de Aldir Blanc e Ivan Lins.
CÂMARA 2007: UM BALANÇO POUCO FAVORÁVEL
"A bancada do PSOL avalia que a Câmara dos Deputados, nesta 1ª sessão legislativa da 53ª Legislatura, não alcançou a necessária independência institucional, não representou com clareza os interesses sociais divergentes e fracassou na construção de uma agenda positiva para enfrentar a crise que abala a credibilidade dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário". Leia o pronunciamento do Chico com a avaliação política de 2007.
UM ANO DE LUTAS: COM GOSTO DE SOL!
Esta publicação é uma síntese das nossas batalhas no Parlamento e nas mobilizações nas ruas. O novo mandato pede energia revigorada e traz grandes desafios. A construção do PSOL como uma alternativa política de esquerda, a luta pela ética e transparência, a vergonhosa posição dos senadores que absolveram Renan Calheiros, naquela votação que quebrou todos os ritos de uma sociedade democrática, a crise ambiental e o apagão aéreo são questões tratadas ao longo dessa publicação. Está disponível, gratuitamente, em nosso gabinete - Rua Moraes e Vale, 5 - Lapa / tel: 2232-4413. Venha pegar o seu e boa leitura!
RETRATOS DE UM ANO DE LUTAS!
SUA LUTA É NOSSA LUTA!
Nesta quarta-feira (19/12), parlamentares do PSOL, representantes de movimentos sociais e atores que apóiam o jejum do bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, fizeram um ato na Praça dos Três Poderes. Pouco depois, o bispo sofreu um desmaio e foi internado na UTI de um hospital baiano. Nesta quinta-feira (20/12), dom Cappio recebeu alta, mas continua muito debilitado. O governo permanece intransigente e afirmou, diante da dor de amigos e parentes, que vai dar prosseguimento à mega-obra de transposição do Rio São Francisco, para o lucro bilionário de algumas empreiteiras e do setor agro-exportador.
PELA VIDA DO SÃO FRANCISCO

Ricardo Marques/Folha Imagem
"Esse ato do dom Cappio, por mais que pareça radical e insano, e na verdade não é, é resposta do que se está sofrendo de radicalismo por parte do governo, do poder econômico. Nesse momento é de se pensar: que horas que o Lula vai se lembrar do seu compromisso com o povo e com o social? Como fazê-lo se lembrar disso e acreditar que existe esse apoio, e não só a pressão econômica sobre o governo". Leia a entrevista de Letícia Sabatella.
NATAL DE DOM CAPPIO
"Hoje, o franciscano dom Cappio se posiciona ao lado das vítimas da transposição das águas do São Francisco. O PT, historicamente, era contrário ao projeto. E também contra a CPMF. Uma vez governo, mudou, como, aliás, mudou em tantas outras coisas. Mudou para não efetivar as mudanças prometidas, como a agrária. Mudou para se desfigurar como partido dos pobres e da ética. Mudou para ficar mais parecido com seus adversários políticos". Leia o artigo de Frei Betto.
FREI LUÍS PRECISA VIVER
"Aboletado em Brasília, o presidente Lula acusa frei Luís e seus companheiros, contrários à transposição das águas do rio São Francisco, de não se importarem com a sede dos nordestinos. Para quem conhece os dois personagens, é patético. Um abismo moral os separa. Desse abismo nascem as suas diferentes propostas". Leia o artigo de César Benjamin.
CARTA DO RIO PELA VIDA DE DOM CAPPIO
Dezenas de entidades e pessoas que apóiam a luta de Dom Cappio divulgaram nesta quarta-feira (19/12) a Carta do Rio, em que manifestam seu apoio à vida do bispo de Barra (BA) e se posicionam contra a transposição do Rio São Francisco: "Queremos a interrupção deste projeto e um debate aberto com a sociedade sobre este tema. Também queremos nos solidarizar à ação de Dom Luiz Cappio, que demonstra, com esta atitude, o seu profundo conhecimento e ternura ao povo pobre do Brasil, em especial ao povo da região do semi-árido.
Por tudo isso, reivindicamos que a liminar que manda suspender as obras de transposição do Rio São Francisco seja mantida pela Justiça e aplicada de verdade pelo Governo". Leia a íntegra da Carta do Rio.
UM ATO SOLIDÁRIO
O PSOL iniciou esta quarta-feira (19/12) com uma ação de solidariedade: a doação de sangue. O ato foi realizado em apoio a Dom Luiz Cappio e contra a "anemia" do Rio São Francisco. Quinze parlamentares e assessores participaram da atividade, no Hemocentro de Brasília.
INSTRANSIGËNCIA, INSENSIBILIDADE... DECEPÇÃO
A polêmica da transposição do S. Francisco não é luta do bem contra o mal, por certo, mas também não é D. Cappio e Letícia X desenvolvimento. Nesta quarta-feira (19/12), na Praça dos Três Poderes, três centenas de ribeirinhos, todos pobres e eleitores de Lula, demonstravam enorme decepção com a intransigência do Executivo, a insensibilidade do Judiciário e a omissão do Legislativo. E o que mais chamou a atenção: numa fogueirinha feita em frente ao STF, ao final dos atos, várias pessoas humildes jogaram suas carteirinhas do PT.
UM PRESENTE QUE DURA O ANO INTEIRO, E PROVOCA REFLEXÃO...
A tradicionalíssima Folhinha do Sagrado Coração, aquela do tempo dos nossos
avós ou bisavós, continua sendo editada pela Vozes. E com textos muito interessantes nas suas pagelas de cada dia, sobre saúde, educação, alimentação, astronomia, história e espiritualidade, por óbvio. Chico é colaborador da publicação há 10 anos. Taí um bom presente, se a escolha é difícil e o(a) amigo(a) exigente... Você a encontra nas livrarias Vozes de todo o Brasil (no Rio, Rua Sete de Setembro, 132), e também na Editora Paulinas (Rua Sete de Setembro, 680). Também pode pedir pelo endereço eletrônico vozes42varejo@uol.com.br ou telefone (21) 2215-6386.
CAIA NA FOLIA, MAS TENHA EM MÃOS O GUIA!

A procura pelo Guia do Carnaval superou as expectativas. Lançado no último sábado (16/12) pelos mandatos do Chico Alencar, Marcelo Freixo e Eliomar Coelho, durante a animada festa com o Cordão do Boitatá, o caderno que contém a lista dos principais blocos carnavalescos do Rio de Janeiro já teve 1/3 de sua tiragem distribuída. Nada menos que 10 mil exemplares já estão nas mãos dos foliões cariocas. Pra quem não sabe, o Roteiro traz informações sobre as saídas de diversos blocos de rua, dicas de bons CDs de samba e MPB e de espaços onde a boa música brasileira rola o ano inteiro. Você pode encontrar o guia nos gabinetes dos parlamentares do PSOL/RJ e nos melhores botequins, casas noturnas, livrarias e ensaios de blocos da cidade.

Ou então acesse aqui sua versão eletrônica.

PSOL CLAMA POR VERDADE TRIBUTÁRIA
O Partido Socialismo e Liberdade vai lutar para que o governo e a oposição conservadora, após o fim da CPMF, deixem de lado a disputa retórica e algo cínica, pontuada por incoerências de ambos os lados. Leia aqui a íntegra da proposta.
O LEGADO DE 2007 E O NOSSO FUTURO
2007 é o quinto ano do governo que, eleito em 2002 sob o signo da esperança, a partir de 2003 deu continuidade - para a perplexidade de muitos e a frustração de outros - ao modelo de sociedade brasileira que acredita que a partir dos interesses dos grandes capitalistas, nacionais e principalmente estrangeiros, possamos construir um país desenvolvido, menos desigual, e com condições de vida dignas para a imensa maioria da população. Leia o artigo de Paulo Passarinho.
O REUNI, O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UFF E A RAZÃO CÍNICA
"O REUNI, para quem não acompanhou toda a história, é um programa de expansão, instituído por decreto pelo governo Lula da Silva, que prevê (mas não garante) um pequeno aporte de novos recursos para as Universidades Federais, em troca da expansão de vagas para estudantes para até o dobro das atuais e a conversão dos cursos superiores a um modelo de formação mais rápida, em dois ou três anos e sem habilitação profissional precisa. Ou seja, trata-se de uma proposta de trocar promessas de novos recursos por uma completa mutação dessas instituições em fábricas de diplomas." Leia o artigo de Marcelo Badaró.
FUNDAÇÕES DE DIREITO PRIVADO ATENTAM CONTRA CONQUISTAS
Nós, representantes de entidades de servidores e profissionais potencialmente atingidos pela recente aprovação por parte da Alerj de projeto do Executivo estadual criando as fundações de direito privado, no âmbito do setor de Saúde do estado, temos a obrigação de denunciar o perigo para a sociedade brasileira de uma medida que, a um só tempo, vai piorar os serviços prestados pelo SUS e golpear os direitos dos trabalhadores, com o fim da estabilidade e a rotatividade da mão-de-obra. Leia a íntegra do Manifesto.
EM FEVEREIRO, DE VOLTA AO COMEÇO!
Na segunda semana de fevereiro estaremos de volta ao Buraco do Lume para fazer a tradicional prestação de contas dos mandatos do Chico, Marcelo e Eliomar. Também depois da folia (e do descanso), o boletim eletrônico será enviado - como sempre, às quintas-feiras. Mas, no mês de janeiro, nosso mandato continua à disposição, através de plantões de 11 às 17 horas. No Rio e em Brasília.
FIQUE LIGADO
Toda quinta-feira, às 22 horas, Chico participa do Comentário Geral, programa bacana da TVE (no Canal 2 ou 18 da NET).
20/12 - presente
27/12 - último
03/01 - primeiro
10/01 - ano
Chico é comentarista do Programa Faixa Livre, toda segunda-feira, às 8 horas, na Rádio Bandeirantes (1360 AM).
Quinzenalmnete, às sextas, às 10h30m, participa do programa Francisco Barbosa, na Rádio Tupi (1280 AM).
DEU NO JORNAL
Perdas e danos!
Não foi só Furnas para Eduardo Cunha que o governo entregou em vão para garantir a CPMF. O deputado Chico Alencar lembra que o PT votou pela absolvição de Renan Calheiros em troca do apoio do PMDB à contribuição. "O governo perdeu a arrecadação e o partido, a moral".
(O GLOBO, 17 de dezembro de 2007, coluna Alcelmo Gois)

CPI dos Jogos Pan-Americanos
Um movimento na Câmara dos Deputados promete retomar o debate sobre os indícios de irregularidades nos Jogos Pan-Americanos do Rio, realizados em julho. A previsão inicial de gastos era de R$ 720 milhões, mas ao final do evento o valor, segundo os deputados, chegou a R$ 4 bilhões. "Representa um forte indício do uso do esporte para enriquecimento pessoal ou abuso do erário. O estouro chegou a cerca de 400% e ainda nada foi feito", reclamou o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).
(JORNAL DE BRASÍLIA, 20 de dezembro de 2007)

Taxar as grandes fortunas
Pelo Psol, o líder Chico Alencar (RJ) afirmou que seu partido quer a vinculação de receitas, a taxação de grandes fortunas e de investimentos no exterior. "Não queremos compasso de espera para votar a DRU. A Câmara não pode continuar refém das confusões do Senado e da insegurança do governo na outra Casa", argumentou.
(AGÊNCIA CÂMARA,18 de dezembro de 2007)

LEIA MAIS