visite

BOLETIM ELETRÔNICO
DEPUTADO FEDERAL CHICO ALENCAR - PT/RJ

Ano II555I - Nº 101

Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 2005

 WWW.CHICOALENCAR.COM.BR  • AGENDA    • ARTIGOS     ATUALIZE SEUS DADOS
   
MAIS VERBAS PARA OS DEPUTADOS?
Uma das maiores mazelas da política brasileira é a incongruência entre discurso e prática, intenção e gesto, verbo e... verba. Todos condenam o ato de legislar em causa própria, por exemplo, mas ele acaba de acontecer, no caso da chamada 'verba indenizatória' dos parlamentares.
Como parlamentar petista, Chico vai propor que sejam estabelecidas normas definitivas para essa questão, a partir de duas premissas: não legislar em causa própria e não ferir o princípio da austeridade na vida pública.
Para isso, qualquer alteração de quantitativo de pessoal e de remuneração, inclusive de parlamentares, só poderá ser feita para a Legislatura seguinte, e com limites máximos vinculados à média de reajuste concedida ao funcionalismo federal. Quanto à verba indenizatória - que custeia atividades parlamentares comprovadas - só deverá ser reajustada rigorosamente de acordo com o índice de inflação e a cada quatro anos.
Dessa forma, os preceitos de impessoalidade e austeridade estarão garantidos.

 


QUE ESTE BLOCO AUMENTE!
O prazo termina em 19 de janeiro. Mas, até hoje, apenas quatro - entre os 50 vereadores - abriram mão dos R$7.155,00 'extras' por duas semanas de trabalho no recesso. Nosso querido Eliomar, petista de fibra - mais uma vez - honra seu mandato, dizendo não a este excesso. Os demais são Andrea Gouvêa (PSDB), Ivan Moreira (PFL) e Sami Jorge (PDT).

 


O NOSSO MUNDO EM DEBATE
Entre os dias 26 e 31 de janeiro acontece, em Porto Alegre, o V Fórum Social Mundial. Num momento onde as incertezas tomam proporções ainda maiores, afirmar que 'um outro mundo é possível' é mais do que necessário.
Nosso mandato contribuirá para a construção de novos rumos, através da oficina 'Alternativas de Esquerda ao Globalitarismo Hegemônico'. Já garantiram presença os deputados Ivan Valente (PT-SP) e Walter Pinheiro (PT-BA).
A atividade será no dia 28 de janeiro (sexta-feira), às 8h30min, na sala E-l06 do prédio da Avenida Beira-Rio com Aureliano de Figueiredo Pinto.

 


DEPOIS DO FORUM, A FOLIA
Para a folia ser completa, é seguir os passos - e compassos - do Guia Rio que encanta editado pelo mandato do vereador Eliomar Coelho. Nele temos um excelente roteiro carioca das rodas de samba e blocos. O vade mecum momesco está à disposição no gabinete do Eliomar e no nosso. Pegue o seu, para sambar até o sol raiar...

 


CHICO NA TV
 

Confira a participação de Chico Alencar no Comentário Geral, programa bacana da TVE. Ele está no ar, sempre às quintas-feiras, às 21 horas. Para quem perder, há reprises aos sábados (22 horas) e domingos (12 horas).
Fique de olho nos temas das próximas edições:
20 de janeiro - praia
27 de janeiro - diferença
03 de fevereiro - telefone

Para quem quiser fazer comentários: comentariogeral@redebrasil.tv.br

 

CHICO NO RÁDIO
Chico participa toda segunda-feira, às 7h30min, como comentarista, do programa Faixa Livre, da Rádio Bandeirantes (1360 AM).

 


DEU NA IMPRENSA
TIROTEIO
'Do deputado Chico Alencar (PT-RJ) sobre os aumentos nas verbas indenizatórias e de gabinete da Câmara, às vésperas da eleição da Mesa Diretora:
- Essa decisão é um equívoco. O custo é para o erário e de imagem. Em vez de discutir como trabalhar para a sociedade, a Casa se apequena com questões corporativas.'
Folha de São Paulo - 13/01/05

 

ANO NOVO, VELHAS CAUSAS
'Sempre que encontra o deputado Chico Alencar (PT-RJ) em Brasília, Antonio Palocci brinca:
- Temos algo em comum: a grande Santa Rosa de Viterbo!
Trata-se da pequena cidade do interior paulista onde moram familiares do parlamentar e que faz parte da região de Ribeirão Preto. O município foi duas vezes administrado pelo hoje ministro da Fazenda, alvo preferencial da esquerda petista, da qual Alencar é expoente.
Em clima de confraternização, o deputado foi à cidade para o Reveillon e participoi da posse de Nando Gasperini (PSDB).
- O senhor parece muito à vontade neste ninho tucano -, alfinetou o prefeito reeleito.
- Para você ver que não sou tão radical. Mas lembro que voltarei à Brasília infernizando o Palocci para aumentar o Fundo de Participação dos Municípios. E que, apesar de belo, o tucano é quase uma ave de rapina!'
Folha de São Paulo - 11/01/05 - coluna Painel
 
FOGO AMIGO
'O petista Chico Alencar aproveita o recesso da Câmara dos Deputados para escrever um calhamaço sobre os dois anos do Governo Lula.
Na linguagem dos radicais petistas, aos quais Chico é ligado, será uma crítica construtiva. Vai sair na revista do partido, a Teoria e Debate, mês que vem.'
O Dia - 12/01/05 - Informe
 

Velho Moacyr, presente!
Faleceu neste fim de semana o companheiro Moacyr Pacheco Chaves. O velho Moacyr, como era conhecido, foi durante o quase um século de vida um exemplo de militância combativa. Operário têxtil, foi ativista e líder de sua categoria desde os tempos heróicos do nosso sindicalismo. Adquiriu consciência de classe, em princípio militando nas fileiras do anarquismo, que nas primeiras décadas do século passado dava vida ao sindicalismo combativo do Rio de Janeiro. Depois, tornou-se comunista e militou no velho 'partidão' até o fim de sua longa vida. Ativista do movimento de moradores, participou ativamente da direção da Associação dos Moradores da Usina e Muda. Fundou e organizou o movimento dos moradores do Alto Catrambi, onde viveu boa parte da sua vida. Conhecia como poucos a Floresta da Tijuca e teve sua atividade de defensor do meio ambiente reconhecida pelas organizações de defesa da ecologia. Negro, lutou sempre contra todo tipo de discriminação. Uma figura humana extraordinária, destes lutadores que o povo produz na luta por sua emancipação. Ele deixa entre nós uma grande saudade e um exemplo a ser seguido. Ele amava a vida e lutou, o tempo inteiro, para torná-la melhor para todos. Velho Moacyr, presente

 


O TORNIQUETE DOS JUROS
Os dados são do Banco Central e foram publicados nos jornais da semana, com particular destaque no caderno econômico de 'O Globo', dia 10, mês em curso. Não se trata, para usar o neologismo da moda entre os presidentes da nossa sereníssima República, de ataque dos 'fracassomaníacos'. A fonte é oficial e o veiculo que divulga, oficioso. Portanto, insuspeitos de tal procedimento. No entreato que separa as festas natalinas das carnavalescas, vão repercutir como um clipe caindo no carpete, mas são dados assustadores.
Leia na íntegra o artigo de Léo Lince.

 


RECIBO NO PEDÁGIO
Você sabia que a justificativa da empresa responsável pela concessão da rodovia Rio-Lagos (Andrade Gutierrez & Camargo Corrêa) para aumentar o pedágio foi o número insuficiente de carros?
Ocorre que, quando passamos por um pedágio e não solicitamos o recibo, nossa passagem não é registrada nos dados oficiais, respaldando a justificativa deles.
Mais um item importante: sem o recibo em mãos, você perde o direito a guincho e mecânico gratuitos nas estradas.
Portanto, ao passar em qualquer pedágio, não deixe de solicitar o recibo. Só assim poderemos tentar impedir desculpas absurdas, mas que são fundamentadas naquilo que não fazemos.
Divulgue isto!

 

 
clique CADASTRE-SE para receber as publicações do mandato Toda sexta-feira às 13h, na confluência da rua São José e Av. Rio Branco.
Participação semanal do Chico em programas de rádio:
Segunda-feira - 7h30min: programa Faixa Livre, na Rádio Bandeirantes (1360 AM)
Acompanhe o dia-a-dia de Chico Alencar no Congresso através do endereço:
www.camara.gov.br
INDIQUE um amigo para receber este boletim.
Para cancelar o recebimento do boletim CLIQUE AQUI.
 
Desenvolvido por