Um Pouco de Malandragem
Chico Alencar - O Dia - 08/01/2002
 
Somos seres em construção e nunca estamos completamente prontos. Convivem dentro de nós o adulto sério, cioso de suas responsabilidades, e a criança alegremente leviana. O predomínio absoluto do primeiro leva à neurose e nos torna insuportavelmente chatos e ranzinzas. A infantilidade sem limites faz da pessoa crescida uma boba e, às vezes, angustiada.

Viver não é fácil, embora maravilhoso. E nossa sempre relativa felicidade (melhor dizer serenidade) depende do equilíbrio saudável entre o adulto e a criança que nos habitam.

“Quem sabe eu ainda sou uma garotinha?”, cantava-indagava Cássia Eller. Chegando ao quadragésimo ano de sua existência e à maturidade profissional, com reconhecimento público de suas admiráveis e singulares qualidades de cantora e intérprete, Cássia era destemida e autêntica. Sinal de contradição nesse mundo hipócrita. Era homossexual, vivendo há 14 anos com Maria Eugênia, mas isso não a impediu de ter um filho, sua melhor apresentação, criado amorosamente pelas duas!

Dizia-se inquieta, áspera e desesperançada, mas com amor. Voz única na música brasileira, desdenhava de si mesma. “Não tenho técnica, sou desafinada”. Gostava de chocar os certinhos. “Não tenho nada com Deus, nada com Cristo, nada com nada”. Mas falava com certo orgulho que fora “boa filha, exemplo da família, católica de grupo jovem”. Alguma semente ficou: “na vida você tem que resolver a sua parte e aprender a conviver sem abrir mão do que você acredita”. Pedir a Deus “um pouco de malandragem” ajuda...

Cássia não queria “partir fora do combinado”. Mas aconteceu. Algo - nunca saberemos exatamente o quê - desandou dentro de seu ente vulcânico. “Para sempre, sempre acaba”, e o que cabe aos que sentem esta perda é indagar sobre a vida que levamos, suas monotonias, seus venenos, suas luzes, seus desequilíbrios. “Bobeira é não viver a realidade”. E não tentar mudá-la para melhor, reaprendendo a amar.
 
 
 
 

 

 

  início | cidadão | notícias | agenda | artigos | fotos | vídeos | links | boletim | pronunciamentos | fale conosco | deu na mídia